Cuíca

Do  "Novo dicionário banto do Brasil":

Cuíca s. f. Instrumento musical da tradição afro-brasileira - De étimo banto, mas de localização controversa. Na  África banta, o tambor de fricção que deu origem ao instrumento brasileiro chama-se em quimbundo mpwita e em quioco khwíta.

É possível que, no Brasil, esses nomes tenham sido contaminados pelo brasileirismo cuíca, do tupi, designação de várias espécies de mamíferos marsupiais, talvez numa referência ao couro utilizado no instrumento. Mas é bom que se veja também:

a) no quimbundo, o verbo kuika, amarrar, atar, prender (a vareta que é friccionada para produzir o som do tambor é amarrada ao couro), que corresponde ao quioco kwika;
b) no quicongo: o verbo kwika, que tem o sentido de "insistência que incomoda, irrita, aborrece", que pode ter algo a ver com o som tiradodo instrumento; knintu, espécie de tambor de fricção, kwika, espécie de pinça de ferreiro;
c) ainda no quimbundo, o verbo ku-nhika, balouçar, que poderia ter algo a ver com o movimento feito pelo braço do tocador para friccionar a vareta;
d)  no ganguela, kwita, esfregar.

Mas o étimo tradicionalmente aceito é o quimbundo mpwita.

Onjó Angoma oferece cuícas em três naipes, todos usando couro de cabra:

Cuíca de metal
Cuíca de madeira
Cuíca de bambu (não tem afinadores)
Cuíca de sapucaia (não tem afinadores)